27 de julho de 2014

O Amor e a Beleza - Rumi


"Através da eternidade 
A Beleza verifica sua forma requintada 
Na solidão do nada; 
Coloca um espelho ante seu Rosto 
e contempla sua própria beleza. 
Ele é o conhecedor e o conhecido, 
o observador e o observado; 
nenhum olho, exceto o Seu 
tem observado este Universo.

Cada qualidade sua, encontra uma expressão: 
A Eternidade torna-se campo verde de tempo e espaço; 
Amor, é o jardim que dá vida, o jardim deste mundo. 

Cada ramo, folhas e frutos 
revelam um aspecto da sua perfeição: 
Os ciprestes insinuam Sua Majestade, 
As rosas dão boas novas à Sua beleza.

Sempre que a Beleza aparece 
O Amor também está lá; 
sempre que a Beleza exibe um rosto rosado, 
O Amor acende seu fogo com essa chama. 
Quando a Beleza mora nos vales escuros da noite 
O Amor vem e encontra um coração 
nos emaranhados dos cabelos. 

A Beleza e o Amor são o corpo e a alma. 
A Beleza é a mina, o Amor, o diamante. 

Juntos, tem estado desde o início dos tempos, 
lado a lado, passo a passo.

Deixe as suas preocupações 
e tenha um coração completamente limpo, 
como a superfície de um espelho 
que não contém imagens. 

Se você quiser um espelho claro, 
contemple-se e olhe para a verdade, 
sem vergonha, 
refletida pelo espelho.

Se o metal pode ser polido 
até se assemelhar a um espelho, 
que polimento pode precisar 
o espelho do coração? 

Entre o espelho e o coração 
esta é a única diferença: 

O coração oculta segredos. 
mas o espelho não."
-Mevlana J. Rumi - 
( The Divani Shamsi Tabriz XIII)

2 comentários:

Related Posts with Thumbnails