17 de junho de 2012

Instinto, Intelecto e Intuição...


"O instinto é o modo de funcionamento do corpo, o intelecto o modo de funcionar da cabeça e a intuição é o modo de funcionar o seu coração. Por trás de todos esses três elementos está o Ser, cuja qualidade permanece como testemunho, pura observação.

A cabeça só pensa, portanto nunca chega a conclusão. É verbal, linguística, lógica; mas não tem raízes na realidade. Milhares de anos de pensamento filosófico não resultaram em nenhuma conclusão. O intelecto possui uma grande habilidade para criar perguntas e respostas e mais perguntas e mais respostas. Pode construir palácios de palavras, sistemas teóricos, mas não são mais que castelos de areia.

O corpo não pode se apoiar em seu intelecto, porque tem que viver. Por isso, todas as funções essenciais do corpo estão em mãos do instinto - por exemplo a respiração, as batidas do coração, a digestão, a circulação do sangue - e existem milhares de processos dentro do seu corpo, nos quais não se intervém em absoluto. É bom que a natureza tenha dado ao corpo sua própria sabedoria, do contrário, seu intelecto se ocuparia disso o tempo todo, e a vida seria impossível. Porque se poderia em algum momento se esquecer de respirar, durante a noite por exemplo, e isso seria fatal. (...) Essa incrível quantidade de trabalho que o instinto realiza a cada momento, seu intelecto não faz falta. (...)

A natureza delegou todas as funções essenciais do seu corpo ao instinto e delegou todas aquelas coisas que dão sentido a sua vida - porque existir simplesmente, sobreviver simplesmente não tem nenhum sentido. Para dar sentido a sua vida a existência deu a intuição ao seu coração. Fruto da intuição surge a possibilidade da arte, a estética, o amor, a amizade, toda criatividade é intuitiva. (...)

O intelecto é para a vida mundana em sociedade, junto aos demais no mundo, é necessário para fazer as coisas funcionarem. É pura matemática, geografia, história, química, todas as ciências e a tecnologia foram criadas pelo intelecto. Sua lógica e geometria são úteis, mas o intelecto é cego. Não faz mais que criar coisas mas não sabe se estão utilizando para destruir ou para criar. O intelecto tem sua utilidade, mas por desgraça se converteu em dono de todo o seu ser. Isso originou muito problemas no mundo.

O verdadeiro dono do seu Ser, se esconde por trás de três coisas: o corpo, a mente e o coração. Você nunca se dirige ao interior; todos os seus caminhos conduzem ao exterior, todos os sentidos conduzem ao exterior; Todas as suas realizações se encontram aí fora, no mundo.
O intelecto é útil no mundo, e todos seus sistemas educativos são técnica para se evitar o coração e conduzir suas energias diretamente para sua cabeça, pois o coração não sabe nada de lógica, ele tem um modo diferente de funcionar, a intuição não respeita regras e nem está preocupado com a utilidade das coisas. Conhecer o amor, a beleza, a poesia, a música, pintura, para que servem, qual a utilidade disso tudo? (...)

Se se aceita o corpo em sua total naturalidade, isto te ajudará muitíssimo. Ajudará a teu coração; ajudará a que sua inteligência se aguce, porque o alimento do intelecto provém do corpo, o alimento do coração provém do corpo.

Se sua cabeça, seu coração e corpo estão em sintonia, encontrar seu Ser será a coisa mais fácil do mundo. Sem dúvida havendo conflito entre instinto, intelecto e a intuição segue desperdiçando toda sua vida.

A pessoa sábia é aquela que gera uma harmonia entre a cabeça, o coração e o corpo. Esta harmonia leva a revelação da fonte da própria vida, ao centro, a alma.
Esse é o maior êxtase possível; não unicamente para os seres humanos, e sim para todo o universo.

Você precisa descobrir a realidade dentro de si mesmo, não criá-la de forma imaginária; Aprofunde-se no silencio e observe; esteja alerta e consciente de modo que possa ver tudo o que é real. Aqueles que viram a realidade, experimentam um grande silêncio, uma imensa alegria, uma bem-aventurança infinita, a imortalidade. Podemos chamá-la de consciência universal, ou de divindade universal."
Osho em Intuição, o conhecimento que transcende a lógica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails