13 de dezembro de 2015

O Absoluto não pode ser conhecido - Mooji


"O Absoluto não pode realmente ser conhecido.

Ele não pode ser conhecido fenomenalmente, como uma coisa que conhece outra coisa, pois não é um objecto de qualquer espécie.
Ele não pode ser conhecido dessa maneira porque você, você mesmo, é ele.
O núcleo do seu ser é esse Ser Absoluto, absolutamente.


Você tem pensado que você é um tipo particular de pessoa de um determinado país, e que têm meditado e praticado para chegar ao Absoluto. Mas aquele que aparentemente está fazendo todas estas coisas é apenas uma identidade que é criada ou imaginada no Absoluto.
Não é o Absoluto.

O Absoluto, que é a consciência imutável, está por trás de tudo isso.

Na verdade, não está por trás de nada e também não está na frente de nada, não está no meio de nada, nem do lado de fora de nada.
Nenhum destes termos se aplica a Ele.
E, no entanto, não é um mistério.
Se é um mistério, então, para quem é um mistério?
Aquele para quem é um mistério é apenas uma aparência surgindo na consciência pura.
A partir do reino da mente, o Absoluto não pode ser apreendido.
Ninguém pode apreende-lo.

Ser capaz de compreender algo que não está dentro da bolha da mente é quase impossível.
É igualmente difícil para a consciência, que assumiu a forma humana, ser o que é e ver através da ilusão de que não é a forma do corpo, mas pura consciência.
Poderia ser dito ser o maior desafio ou convite na vida: discernir o real do irreal e descobrir sua natureza eterna.

Quando você é guiado por um verdadeiro mestre/professor ou pela graça de Deus/Ser, tudo torna-se sublimemente simples.
Se minhas palavras ressoam em você, então pegue o que acabei de dizer e deixe tudo mais; vá para casa e não deixe ir o que eu lhe disse.

Tudo o que é necessário está encapsulada nestas palavras.
Continue a pensar sobre elas, continue contemplando e elas vão guiar você até em casa e o libertar.
Conforme esta flor for abrindo sua fragrância dentro de você, ela vai explodir com tudo o que não é verdade."

Mooji em Satsang

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails