24 de setembro de 2016

Além dos filmes da mente - Ruper Spira


Participante: Posso ver agora que sou consciência, e posso experimentar, vejo agora, é fácil, porém muitas vezes eu vejo que não posso acalmar a mente fingindo ser consciência. Em seguida, haverá pensamentos de dúvida que possa surgir.

Rupert Spira: Você está certo, se você acha que está na mente vai ser extremamente difícil sair da mente e você terá uma batalha sem fim e é por isso que, em primeiro lugar, eu estou tentando mostrar que você não está no mente.

Concordo que se você acha que está na mente vai ter um problema real, você vai ter que trabalhar duro na esperança de que um dia, depois de vinte anos de intensa prática espiritual, poder encontrar-se e livre -se da mente.

Imagine um filme onde você é a tela em que o filme é projectado. O que você está perguntando é: o que eu tenho que fazer, a tela para sair do filme? Isso é o que você está pedindo é um absurdo, ilógico; Seu problema não é que você está na mente, mas que você pensa que está na mente.

Em vez de lutar com a sua experiência, explore a sua experiência e depois veja se há algo real com o qual lutar.

Participante: Eu acho que tem que continuar praticando mais e parar de acreditar na mente.
Ruper Spira: Quando você diz, "Eu tenho que praticar um pouco mais" está alimentando aquele velho hábito de lutar com a sua mente; isso não tem nada a ver com a prática, que tem a ver com a compreensão. Não me refiro a esse entendimento intelectual, mas uma compreensão que se vem da experiência, uma visão clara.
Participante: Sim, obrigada!"


Ruper Spira em Satsang

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails