11 de junho de 2016

Bokuju - Conto Zen


"Um monge zen costumava gritar alto todas as manhãs: 

"Bokuju, onde você está?"

(Bokuju era o seu próprio nome.)

E ele mesmo respondia: 

"Estou aqui."

E continuava: 

"Bokuju, lembre-se, um outro dia lhe é dado...
fique consciente, alerta 
e não seja tolo!"

E ele mesmo respondia: 

"Sim, senhor, tentarei dar o melhor de mim."

Porém, não havia mais ninguém ali!

Ele perguntava, ele respondia...

Seus discípulos começaram a pensar que ele tinha enlouquecido, 
mas ele estava somente representando 
um mono-drama.

E essa é a situação interior.

Você é o que fala e o que escuta,
é o que comanda e o comandado."

Osho - Nem água nem Lua

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails